Festival FESTin assinala 10 anos de 15 a 22 de maio

O FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, feito exclusivamente por filmes em português, decorre a partir de amanhã e até 22 de maio, para assinalar este ano em Lisboa a sua décima edição, com destaque para as produções do atual cinema brasileiro.
As sessões acontecem em várias salas da capital, sendo que os cerca de 45 filmes que fazem parte da programação são de origem brasileira, incluindo os seis filmes eleitos na competição de longas-metragens. A obra de ficção “Aos teus olhos”, de Carolina Jabor, integrada na competição e que “aborda de forma eletrizante um tema atual: o linchamento público através das suspeitas de assédio sexual”, marca a abertura do evento.
De acordo com a agência Lusa, a competição de ‘longas’ conta ainda com “Boni Bonita”, de Daniel Barosa, “Ferrugem”, de Aly Muritiba, exibido no festival de Sundance, “O olho e a faca”, de Paulo Sacramento, “Todas as canções de amor”, de Joana Mariani e “Unicórnio” de Eduardo Nunes.
Na edição de 2019, destaque especial para “Karingana – licença para contar”, da realizadora Mónica Monteiro, que coloca em diálogo os escritores Mia Couto e José Eduardo Agualusa com a cantora Maria Bethânia.



No dia 22, data de encerramento do FESTin, será exibido “Sai de Baixo – O Filme”, na sala Manoel de Oliveira, no Cinema São Jorge, com as presenças dos atores Miguel Falabella e Marisa Orth.
Apesar de parte da visibilidade do FESTin passar pela programação em Lisboa, o festival tem também um caráter itinerante, estando previstas pelo menos seis exibições em vários países, tais como a Tunísia e Cabo Verde. Nesta edição, o festival tem lugar no Cinema São Jorge, no Fórum Lisboa, no Instituto Cervantes e no Cinema City Alvalade.

Partilhe este artigo no Facebook