Tiago Bettencourt com concertos no Porto e em Lisboa

Na mesma data em que Tiago Bettencourt lança a canção “Manhã”, gravada ao vivo no Coliseu de Lisboa, em 2018, o cantor anunciou que vai realizar dois espetáculos a 17 de dezembro, na Casa da Música, no Porto, e no dia 19 do mesmo mês, no Coliseu de Lisboa.

A atuação tem a particularidade de acontecer em formato 360º, no centro da mais emblemática sala de espetáculos lisboeta, num encontro entre fãs e artista que irá reverter na totalidade para a IPSS Mansarda, a Instituição Particular de Solidariedade Social que tem como missão “ajudar artistas em situações precárias”.
Para Tiago Bettencourt “esta é uma causa que me toca”. com efeito, para o músico “vivemos num país onde os artistas são muito pouco acarinhados e não são poucas as histórias de artistas na penúria, quando deixam de ser requisitadas ou quando deixam de ter saúde para trabalhar”, razão pela qual afirma simpatizar com causas como a Mansarda. “Esta é uma ótima ocasião para nos ligarmos a estas pessoas e chamar a atenção para esta questão”, realçou.



Depois do sucesso do espetáculo de dezembro passado, no Coliseu de Lisboa, foram vários os pedidos dos fãs do Tiago para que svoltasse a fazer um concerto em formato 360 graus, com um palco mais intimista e mais perto das pessoas, com o cantor no centro, um pouco elevado, com a banda à sua volta e com três microfones para ir rodando e cantando em todas a direções. O músico vai ainda ter a alegria de voltar ao Porto, quatro anos depois, para cumprir o sonho de tocar na Casa da Música.
A canção “Manhã”, segundo Tiago Bettencourt, representa um tema que “mais do que de histórias, fala de momentos”. O mais recente lançamento, consiste na “descrição de um movimento a acontecer em câmara lenta e o descobrir de uma ideia que se quer para sempre”, dando espaço às “palavras ditas sem pressa, como um segredo ao ouvido”. É uma canção para “quem tiver tempo para respirar mais devagar ao ritmo de um solo de guitarra, que quase já fazia parte da nossa memória”, adiantou.
O vídeo contou com a produção da Shot & Cut Films, com realização de Filipe Correia dos Santos e direção de fotografia de Arlindo Camacho.

Partilhe este artigo no Facebook