Alto do Pina vence Marchas Populares de Lisboa’19

A marcha do Alto do Pina foi a grande vencedora deste ano do concurso das Marchas Populares de Lisboa, com Alfama a ficar na segunda posição do desfile e Penha de França arrecadar o terceiro lugar.

No noite de ontem e como nos anos anteriores, a Avenida da Liberdade foi palco da 87.ª edição das marchas populares, este ano sob o tema “Santo António de Lisboa e do Mundo”, numa festa que contagiou a cidade com um espetáculo colorido, marcado por alegria, alguns excessos, sardinha assada e que serviu uma vez mais para “reavivar memórias# e reinventar uma “tradição antiga da cidade”.

No total, foram 23 as marchas que a partir do Marquês de Pombal, desceram a Avenida da Liberdade rumo aos Restauradores, para além da Marcha convidada deste ano – Ribeira de Frades –, e do habitual desfile dos Noivos de Santo António. Destas, vinte marchas entraram em competição e foram avaliadas com uma pontuação de zero a vinte em dois momentos que antes tiveram lugar na Altice Arena, nos dias 7, 8 e 9, e na Avenida da Liberdade, na noite desta quarta-feira, nas categorias de Cenografia, Coreografia, Desfile na Avenida da Liberdade, Figurinos, Letra, Melhor Composição Original e Musicalidade.



Em 2019, as classificações finais foram as seguintes: 1.º Marcha do Alto do Pina (216 pontos); 2.º Marcha de Alfama (207,5 pontos); 3.º Marcha da Penha de França (194,5 pontos); 4.º Marcha de S. Vicente (182,5 pontos); 5.º Marcha do Bairro Alto (171,5 pontos); 6.º Marcha de Alcântara (171 pontos); 7.º Marcha de Marvila (170,5 pontos); 8.º Marcha da Bica (170 pontos); 9.º Marcha dos Olivais (168,5 pontos) e Marcha de Carnide em décimo lugar (167 pontos). Da lista final de classificações seguiram-se a Marcha do Castelo, Boavista, Madragoa, Baixa, Ajuda, Mouraria, Graça, Bela Flor-Campolide; Beato e em último lugar a Marcha do Parque das Nações, que este ano se estreou no desfile, tendo conseguido apenas 110 pontos.
Nas categorias, destaque para a Marcha de S. Vicente e Marcha de Carnide (cenografia), Marcha do Alto do Pina (coreografia e desfile na Avenida da Liberdade), tendo conseguido ainda vencer na área dos figurinos, em conjunto com as marchas de S. Vicente e de Alfama. As melhores letras foram para o Alto do Pina e Bairro Alto, enquanto a melhor composição original coube á marcha do Alto do Pina com “Alto lá com o Alto do Pina”- Na categoria de musicalidade, a vitória foi atribuída à Marcha da Mouraria. Foto: José Frade

Partilhe este artigo no Facebook