‘Mostra Espanha’ percorre Portugal até dezembro

A sexta edição da ‘Mostra Espanha’ está de volta a partir deste mês até ao final de dezembro, com atividades em vários pontos do território nacional, num total de mais de 80 iniciativas culturais que têm por objetivo proporcionar “uma visão do dinamismo e criatividade das indústrias culturais espanholas”, refere a organização do evento.

Outra das metas da mostra de 2019, passa “por oferecer experiências para o diálogo entre os dois países que permitam a criação de projetos comuns no futuro imediato”. Destaque para a realização da Cine-Fiesta – Mostra de Cinema Espanhol, uma mostra de fotografia de Quique Jiménez, a exibição da pintura do século XVII ‘Frei Pedro Machado’, de Francisco de Zurbarán, concertos de Ana Alcaide, La Trova, Orquestra Sinfónica das Astúrias ou espetáculos de Rocío Molina e Eduardo Guerrero. Até ao final do ano, decorrem ainda um Festival de Jazz, entre 21 e 24 de novembro, para além de vários espetáculos de teatro.



Entre os eventos previstos estão os festivais Cister Música – Festival de Música de Alcobaça, o Festival Internacional de Guitarra de Guimarães, o Festival Flamenco Atlântico e também a Quinzena de Dança de Almada. Pela primeira vez, a mostra conta ainda com a presença do património arqueológico de Espanha.
A programação arranca nos próximos dia 14, na cidade do Porto, e dia 18 em Lisboa, no entanto, os eventos estão distribuídos por vinte cidades, entre as quais Alcobaça, Almada, Belmonte, Braga, Bragança, Caldas da Rainha, Cascais e Estoril, Coimbra, Évora, Fundão, mas também Guarda e Guimarães, Lagoa, Lisboa, Maia, Óbidos, Penacova, Porto, Serpa, Torres Vedras, Vila Franca de Xira e Setúbal.

Organizada pela Direcção-Geral das Indústrias Culturais e Cooperação do Ministério da Cultura e Desporto espanhol, em colaboração com Ação Espanhol Cultural e a Embaixada de Espanha em Lisboa, a programação conta com o apoio do Governo Português, através do Ministério da Cultura, várias câmaras municipais, o Instituto Cervantes de Lisboa e de diversos atores públicos e privados dos dois países.

Partilhe este artigo no Facebook