MPB em destaque esta terça no Festival ao Largo

No âmbito da 16ª edição do Festival ao Largo, que decorre junto ao Teatro São Carlos, em Lisboa, tem lugar na noite desta terça feira (dia 16), mais um espetáculo ao ar livre e de entrada livre, desta vez dedicado ao universo da MPB – Música Popular Brasileira.

O concerto, agendado para as 21h30, conta com as participações do pianista Eduardo Jordão e da cantora Luanda Cozetti, para além dos Solistas de Lisboa e com uma formação instrumental normalmente associada à música erudita. Neste recital, que pretende ser uma “viagem antológica” que revisita alguns dos maiores nomes da MPB e que vai evocar os mais de 150 anos daquele género musical, assim como as “influências estéticas e estilísticas que a moldaram” como a música portuguesa e demonstrar que o mar serve mais para unir do que separar as duas culturas.



Do programa desta apresentação fazem parte autores como Chiquinha Gonzaga (1847-1935), com o tema “Ó abra alas”, Ernesto Nazareth (1836-1934) com o saudoso “Odeon”, bem como Zequinha de Abreu (1880-1935) com o célebre “Tico Tico no Fubá”. Durante a noite serão também recordadas as músicas “Carinhoso” de Pixinguinha (1897-1973), “Aquarela do Brasil” de Ary Barroso (1903-1964), “Samba em Prelúdio” de Baden Powell (1937-2000) ou “Eu sei que vou te amar”, “Luiza”, “Eu te amo” e “Chega de Saudade”, do cantor e compositor Tom Jobim (1927-1994), uma das maiores referências da MPB.

Neste viagem musical estão ainda incluídos os temas de Edu Lobo “Beatriz” e “Choro bandido”, para além de “”Atrás da porta” e “Meu caro amigo” de Francis Hime, nascido em 1939. Finalmente, o tema “Bebé” irá levar o público presente até às crições de Hermeto Pascoal.

Partilhe este artigo no Facebook