Oeiras recebe Museu da Lua de 5 a 8 de julho

De 5 a 8 de julho, a Câmara de Oeiras e a Embaixada do Reino Unido levam aos Jardins do Palácio Marquês de Pombal, em Oeiras, o Museu da Lua, desenvolvido pelo artista britânico Luke Jerra no âmbito do Encontro Ciência 2019.

De acordo com a autarquia, o museu consiste numa réplica da Lua, com sete metros de diâmetro, construída a partir de imagens de satélite de alta resolução da superfície lunar. “A instalação é uma fusão de imagens e iluminação lunar, complementada por uma banda sonora desenvolvida pelo aclamado compositor britânico Dan Jones”, destaca. Desde 2017, o Museu da Lua já foi exibido em inúmeros locais e em diversos eventos, com a última sessão a acontecer no Reino Unido, onde uma menina perguntou ao artista Luke Jerra: “vais devolver a lua quando a exposição terminar?”.
O Museu da Lua será acompanhado de uma programação cultural, aberta ao público, com a câmara a associar-se a esta iniciativa no âmbito do programa Oeiras Valley, lançado no passado mês de maio, que pretende “criar um ecossistema único para a investigação e para os negócios, tendo como pilares estratégicos a ciência e a tecnologia, num território que é já a sede de grandes empresas e instituições de investigação nacionais e internacionais”.
Para Isaltino Morais, presidente da autarquia, é “importante acolher um evento destas dimensões, que alia a ciência à cultura” e adianta que “lançaremos nos próximos meses a estratégia Oeiras Ciência e Tecnologia, uma agenda concertada com a finalidade de produzir um impacto duradouro e sustentado no território nas esferas da educação, sociedade, inovação e da internacionalização”. Em 2020, o presidente anunciou que a câmara “vai organizar o primeiro festival internacional da ciência (Oeiras Valley Festival de CIência)”.



A presença em Oeiras do Museu da Lua, enquanto símbolo da criatividade e inovação britânicas, é encarada como “o perfeito complemento à participação do Reino Unido como país convidado, no Encontro Ciência 2019”, que terá lugar de 8 a 10 de julho no Centro de Congressos de Lisboa, e que terá como um dos temas científicos em destaque o 50º aniversário da chegada do Homem à Lua.
Para Chris Sainty, embaixador britânico em Portugal, “é um enorme orgulho poder colaborar com a Câmara de Oeiras para trazer a Portugal esta fantástica instalação artística. Esta Lua em Oeiras, e a nossa participação no Encontro Ciência 2019 como país convidado, ilustram na perfeição as fortes relações bilaterais entre Portugal e o Reino Unido nas áreas da educação, cultura, ciência e inovação, que queremos aprofundar no futuro”, revelou.

Partilhe este artigo no Facebook