57ª edição da Festa das Vindimas anima Palmela

Entre os dias 29 de agosto e 3 de setembro, Palmela volta a ser palco das Festas das Vindimas para exaltar os “seus produtores, as suas raízes e a amizade da partilha e cultura das suas gentes”, numa das maiores iniciativas anuais do distrito de Setúbal, que leva milhares de pessoas àquele concelho a sul do Tejo.

A inauguração oficial da 57ª edição acontece pelas 20 horas do dia 29, com a participação dos FunParra, junto à câmara municipal, no Largo do Município. Na manhã de 1 de setembro, o Largo do Chafariz de D. Maria I recebe o Cortejo dos Camponeses, a partir das 10 horas, com a participação do Rancho Folclórico de Rio Frio, Cavalinho da Humanitária e do movimento associativo. Uma hora depois, começa a Pisa da Uva e Bênção do 1.º Mosto, no Largo do Município e Igreja Matriz de São Pedro, com a participação da Confraria do Moscatel de Setúbal. Para as 17 horas do mesmo dia, está marcado o Cortejo Alegórico das Vindimas 2019 com partida do Miradouro do Castelo de Palmela.



À noite, os espetáculos têm início com a atuação comemorativa dos 25 anos da Ala dos Namorados. Dia 30 é a vez de Marta Ren, seguindo-se Bárbara Bandeira na noite de 31 de agosto e a realização de um Festival de Folclore a 1 de setembro. Nesta noite, a animação musical estará ainda a cargo dos Expensive Soul. No dia 2 é a vez de Carlão subir ao palco, estando a última noite reservada para os Supa Squad e Miguel Azevedo, que encerra a edição deste ano daquelas festas, organizadas pela Sivipa e a Sociedade Vinicola de Palmela.
Mais que tudo, com a chegada da Festa das Vindimas, chega igualmente o #reboliço das ruas enfeitadas, o encontro dos amigos, duplicam-se os trabalhos, multiplicam-se os sorrisos, é a alegria do encontro”, afirma a organização, para a qual “celebrar Palmela é festejar o que de melhor ela tem”, nomeadamente os “vinhos que abraçam, gentes que aquecem e casas que contam histórias de ontem, gravadas nas suas pedras”. Este ano, a música vai tocar e os copos “vão brindar ao património cultural” da vila.



“Palmela, património cultural, não é apenas passado – está em tudo o que sentidamente construímos e orgulhosamente saboreamos”, referem os promotores do evento, que volta assinalar esta tradição, antecedida no próximo dia 28 pela Gala de Eleição da Rainha das Vindimas, às 21h30. no Cineteatro São João, numa iniciativa apresentada pela cantora e atriz Wanda Stuart. Refira-se que a Marcha das Vindimas 2019 é da autoria de José Condinho, com letra de Bruno Contente e é interpretada por Cristina Delícias. Foto: DR

Partilhe este artigo no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *