Orquestra Chinesa de Macau atua em Lisboa

Para celebrar as boas relações entre China e Portugal, o Museu do Oriente, em Lisboa, promove no próximo dia 24 de setembro, pelas 19 horas, um concerto de entrada gratuita com a Orquestra Chinesa de Macau.

O concerto realiza-se no âmbito do Festival de Cultura Chinesa em Portugal, no ano em que se assinalam o 70º aniversário da fundação da República Popular da China, o 40º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre a China e Portugal e o 20º aniversário da transferência da administração de Macau para a China.
O Museu do Oriente decidiu celebrar “este país e a sua cultura, através da música, procurando reforçar a amizade entre os dois povos”.
Com um território vasto e recursos abundantes, a China é composta por 56 grupos étnicos com cultura e arte diversificadas. A atuação da orquestra “combina as características da música das províncias de Guangdong e Hebei, bem como de regiões do nordeste, do noroeste e do sudoeste da China”, refere o museu em comunicado.



A Orquestra Chinesa de Macau (OCHM), fundada em 1987, é uma orquestra profissional tutelada pelo Instituto Cultural do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), que defende a missão de divulgar globalmente “o legado da China e do Ocidente, espalhando cultura”.

Dirigida pelo maestro Liu Sha, pretende, através da fusão dos elementos chineses e ocidentais e da arte musical chinesa contemporânea, promover “a cooperação e o intercâmbio, bem como a imagem cultural de Macau de integração das culturas chinesa e ocidental”.

Partilhe este artigo no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *