13º LEFFEST anima Lisboa e Sintra em novembro

A programação da 13ª edição do LEFFEST – Lisbon & Sintra Film Festival, que decorre entre 15 e 24 de novembro, foi apresentada ao final da tarde desta segunda-feira, numa altura em que Paulo Branco, diretor do festival, desvendou algumas das surpresas dos dez dias dedicados ao cinema, que será exibido em cinco espaços diferentes da Grande Lisboa.

De acordo com a organização do festival, são 12 os filmes que este ano fazem parte da Seleção Oficial em Competição, nomeadamente a películas “Atlantis” do realizador ucraniano Valentyn Vasyanovych, “Balloon” de Pema Tseden (China), “Beanpole” de Kantemir Balagov (Rússia), “Fête de Famille” do francês Cédric Kahn, bem como “Giants Being Lonely” do norte-americano Grear Patterson, assim como “Little Joe” da austríaca Jessica Hausner. A esta lista juntam-se ainda o filme “O Que Arde” de Oliver Laxe (Espanha), “Patrick” do realizador português Gonçalo Waddington, para além dos filmes “The Criminal Man” de Dmitry Mamuliya (Geórgia, Rússia), “The Wild Goose Lake” de Yi’nan Diao (China), “Tommaso” do Abel Ferrara (itália) e “Zombi Child” de Bertrand Bonello (França). De salientar que o júri desta secção será composto pela pianista Maria João Pires, pela cantora e atriz Yasmine Hamdan, pelo jornalista, realizador e ator brasileiro Wagner Moura e ainda pela atriz Victoria Guerra.



Fora de competição estarão mais 14 filmes em exibição, oriundos de países como o Reino Unido, França e Grécia, Estados Unidos, Senegal, Canadá, Itália, Palestina, Alemanha e Qatar, entre outros a anunciar mais tarde pela organização do LEFFEST. O realizador alemão Wim Wenders, bem como o ator norte-americano Willem Dafoe ou o cineasta norte-americano Abel Ferrara e a compositora e realizadora Laurie Anderson, são alguns dos convidados desta edição, aos quais se juntam Adolfo Luxúria Canibal e os Mão Morta. Por sua vez, Christian Petzold, Corneliu Porumboi e Alice Rohrwacher, assim como José Miguek Ribeiro, Rita Azevedo Gomes e Damien Manivel serão alvo de homenagens e retrospetivas no decorrer do festival, cujo cartaz foi criado pela designer de comunicação Catarina Sampaio, que presta homenagem aos 25 anos do filme “Lisbon Story”, de Wim Wenders, um dos destaques da programação e que terá uma nova cópia digital restaurada em 4k, apresentada pela primeira vez pelo realizador.

O LEFFEST conta ainda com um conjunto de sessões especiais e com o simpósio internacional “Resistências”, onde vão estar em análise temáticas como a justiça climática, a igualdade social e as denúncias de corrupções, entre outras reivindicações. Da programação também faz parte o Ciclo “Looking For Homeland”. As exibições vão dividir-se entre Lisboa e Sintra, com a capital a acolher o festival no Espaço Nimas, no Teatro Tivoli e, pela primeira vez, no Auditório Pessoa Vaz da Universidade Católica. No concelho de Sintra, o Centro Cultural Olga Cadaval e o Palácio Nacional Jardins de Queluz são outros dos locais onde os cinéfilos podem assistir a algumas das películas que integram o LEFFEST’19. Após dez edições realizadas no Estoril e em Lisboa, o festival de cinema lançado no ano de 2007, decorre pelo terceiro ano consecutivo em Sintra, após aquela autarquia decidir substituir-se à Câmara de Cascais. Texto e foto: Luís Geirinhas



SESSÕES ESPECIAIS:
“Lisbon Story / Viagem a Lisboa” de Wim Wenders (1994) 25º aniversário do filme apresentado pelo realizador, em cópia digital restaurada pela Fundação Wim Wenders;
“O Estado das Coisas” de Wim Wenders (1983) Cópia digital restaurada, apresentada pelo realizador;
“Mutantes S.21 – 25 Anos Depois” – Documentário de João de Sá sobre os Mão Morta, com a presença da banda;
“A Casa na Praça Trubnaia” de Boris Barnet (1928) – Filme-concerto com Mão Morta Redux;
e “Marighella” (2019) de Wagner Moura, apresentado pelo realizador.

Partilhe este artigo no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *