The Vienna Mozart Orchestra neste Natal em Lisboa

O maestro András Deák vai dirigir a Vienna Mozart Orchestra no dia 17 de dezembro, em Lisboa, com um concerto dedicado a Mozart, que terá lugar na Altice Arena.

A prestigiada orquestra vienense apresenta-se em Portugal nesta quadra natalícia, com um concerto dedicado a Mozart, dirigida pelo maestro András Deák. Nascido em Budapeste, o maestro dirige a Vienna Mozart Orchestra desde 2006, com a qual atuou por diversas vezes a nível internacional. Composta por 30 músicos e fundada em 1986, a orquestra tem ocupado um lugar cativo na programação de concertos da cidade de Viena, dando uma média de mais 160 concertos anualmente, nas mais bonitas salas de concertos da capital austríaca, tais como o Golden Hall of the Musikverein, o Brahms Hall e o Vienna State Opera, mas também nas maiores e mais reconhecidas salas de espetáculos europeias.



András Deák estudou piano e composição na Béla Bartók Vocational Secondary School of Music e formou-se na Academia de Música Franz Liszt. Em 1983, recebe o primeiro diploma enquanto maestro coral e, em 1986, o segundo, enquanto maestro de orquestra.

Entre 85 e 91 foi diretor musical da Salgótarján Symphony Orchestra e, desde esse ano que é o maestro principal da Danube Symphony Orchestra. Em 97 e 2006 gravou dois CDs com a Danube Symphony Orchestra e desde 1995 que é o maestro principal da série de música clássica “Danube Concert” em Budapeste, que tem por objetivo “dar a conhecer a riqueza e a história da cultura musical da Hungria aos visitantes estrangeiros”. Desde o ano 2000 que tem sido “um dos principais maestros convidados da série de concertos ‘Salute to Vienna’, que é o único concerto de Ano Novo na América do Norte endossado oficialmente pela cidade de Viena”.

Ao longo dos anos, András Deák tem marcado presença como maestro de orquestras em várias cidades e nas mais prestigiadas salas de espetáculos, tais como o Jack Singers Hall, em Calgary, no Canadá, com a Calgary Philharmonic, ou o Kravis Center, em Washington DC, com a Baltimore Symphony e a famosa Civic Opera Orchestra, em Chicago. Também dirigiu os concertos “Salute to Vienna” no Roy Thomson Hall em Toronto com a Canadian Opera Company Orchestra e, mais recentemente, em janeiro de 2014, dirigiu a San Diego Symphony no Walt Disney Concert Hall.



Para além das várias atuações nos Estados Unidos e Canadá, o maestro é convidado com regularidade para dirigir orquestras na Finlândia, Eslováquia, Alemanha, Suíça, na vizinha Espanha, Israel, Áustria, México, Bulgária, Rússia e Polónia.

Partilhe este artigo no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *