Ana Carolina traz “Fogueira em Alto Mar” a Portugal

No ano em que comemora 20 anos de carreira, Ana Carolina volta à estrada e dá início à digressão “Fogueira em Alto Mar”, a 12ª de toda a sua carreira, com início em Portugal a 2 de abril, no Multiusos de Guimarães, seguido por atuações no dia 3, no Porto, na Super Bock Arena, e com a chegada a Lisboa a 5 do mesmo mês, para um concerto no Campo Pequeno, numa tournée que encerra no dia 8 em Coimbra, no Convento de S. Francisco.

Além de apresentar as músicas de novo álbum homónimo, a cantora brasileira, considerada uma das maiores intérpretes e compositoras do seu país, promete espetáculos cheios de surpresas e uma retrospectiva pela sua carreira, repleta de vários sucessos.



A digressão em Portugal tem início a 2 de abril, com um concerto no Multiusos de Guimarães. No dia seguinte a artista ruma ao Porto, para subir ao palco da Super Bock Arena. Já dia 5 é a vez da cantora brindar Lisboa com um espetáculo no Campo Pequeno, fechando as datas em Portugal com chave de ouro, com uma atuação em Coimbra, no Convento de S. Francisco. A digressão “Fogueira em Alto Mar”, conta com a direção de Guilherme Leme, com um espetáculo que surge na sequência do lançamento do álbum o mesmo nome, o primeiro com músicas inéditas após um hiato de seis anos.

Ana Carolina explica que o “alinhamento tem as seis canções recém-lançadas do primeiro EP e claro que os maiores sucessos dos meus 20 anos de carreira não ficam de fora”. Uma das surpresas do roteiro musical assinado por Marcus Preto está na escolha precisa do repertório. “Achamos que para comemorar meus 20 anos de carreira, era necessário também trazer canções minhas que nunca apresentei ao vivo”, disse. “Acredito que os fãs vão gostar, já que temos blocos de samba, baladas e ‘sets’ mais intimistas”, adianta Ana Carolina. “Posso adiantar também que apresento releituras minhas para músicas conhecidas de artistas consagrados que admiro”, conclui.



“Fogueira em Alto Mar” traz a mistura do samba e pop, com a participação de uma banda formada por Thiago Anthony (teclado, programações, violão e pandeiro), Theo Silva (guitarra, violões e pandeiro), Marcos Maia (baixo, violões e pandeiro) e Leo Reis (bateria, pad eletrónico, pandeiro e violões).
Pensada como uma grande experiência visual, a digressão conta com cenografia de Camila Schimidt, vídeos de Roger Velloso e iluminação de Anna Turra. O conteúdo, que inclui grafismos animados e projeção de cores sincronizadas às canções, é projetado numa boca de cena formada por um ciclorama metalizado, painéis de persianas reguláveis com conjuntos de luz por trás e um piso reflexivo metalizado. A ideia é que o espaço possa oscilar do pop ao intimista, trazendo vários ‘moods’ através da combinação de design de luz e videografia.

Em harmonia com o conceito do espetáculo, o figurino assinado por João Pimenta traz Ana Carolina em alfaiataria ‘tailor made’ com elementos e cristais em prata bordados, que dialogam com a potência da luz e do cenário. Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais.

Partilhe este artigo no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *